Audiovisual Indígena como estratégia de visibilidade de seus saberes e lutas

A produção audiovisual indígena, produzida por vários coletivos, têm divulgado narrativas contra hegemônicas sobre seus saberes, práticas e lutas relacionadas aos seus modos de vida e suas cosmologias. Uma das expressões desse audiovisual é o que diversos cineastas indígenas denominam de Cinema de Guerrilha, pois suas lutas territoriais e por existência enfrentam genocídios e injustiças tanto ambientais, como cognitivas e históricas.

29 março, às 15h

Coordenação: André Monteiro, Lasat/Fiocruz-PE
Alexandre Pankararu, Apoinme
Kleber Xukuru, Povo Xukuru de Ororubá
Vanuzia Pataxó, Pinapõ upâ jokana Pataxó

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.